Morpheus

Tive contato com vários RPGs durante a minha vida, e o que mais me atrapalhava durante os jogos eram justamente os sistemas. O RPG tem sua origem nos wargames, ainda sofre muita influência deles. Para alguns jogos, ótimo – apesar que nesses casos eu prefiro jogar videogame – mas para outros, esta influência é nociva. Esse é o caso de jogos que tentam ser mais interpretativos, que são os meus favoritos.

Regras. Tá aí algo com que eu sempre tive uma relação de amor e ódio. Eu gosto de sistemas de regras, mas não gosto quando elas aparecem demais. É como um bom design: só é bom quando você nem nota. Só que muitas vezes as regras competem com a trama pela atenção dos jogadores. Eu me lembro de quando jogava D&D 3ª Edição, e fiquei uma sessão inteira por conta de um único combate. Que chato!

Foi por isso que eu acabei sempre trabalhando em sistemas de regras alternativos e acabei chegando no Morpheus. Esta já é a quarta iteração (não estou falando de versões, mas de tentativas) deste sistema em cerca de dez anos de trabalho. O Morpheus é um sistema de regras genérico bem simples, cujo objetivo é não ficar no caminho da trama, sem ser incompleto. Este jogo precisa de no mínimo um dado de seis faces (eu recomendo três dados), e utiliza uma característica chamada Competência como elemento primordial. As Competências são equivalentes a combinações entre atributos e perícias, mais ou menos como as paradas de dados de Vampiro: a Máscara. Os testes são simplíssimos: role três dados, some o modificador da Competência em cheque, e compare com a Dificuldade atribuída pelo Narrador.

Eu tive muitas influências ao criar este sistema, e ironicamente, muitas de jogos que eu nunca joguei, como Castelo Falkenstein e PDQ, que são jogos extremamente elegantes. Os testes foram inspirados no Cyberpunk 2020. E uma outra influência irônica é o próprio D&D 3ª edição, de onde eu me inspirei em como eu não queria que o jogo fosse. A premissa dos dois é completamente diferente, e ter um modelo de sistema “antagônico” ajudou muito.

Bom já chega de falazada. O Morpheus está disponível gratuitamente aqui. Espero que vocês se divirtam com esse jogo, assim como eu me divirto com ele. E qualquer dúvida ou crítica, é só falar!